Clientes que viram {{prodName}} também viram


Escultura O Fotógrafo em cerâmica do Mestre Luiz Antônio

Escultura O Fotógrafo em cerâmica do Mest...

  • único

R$ 67,20

REF.: 753038041

Escultura O Fotógrafo em cerâmica do Mestre Luiz Antônio

REF.: 753038041

Vendido e Entregue por: ARMAZEM CORES DO BRASIL

O que é uma loja parceira?

A Camicado busca de maneira incessante trazer a melhor experiência para nossos cliente, por isso compartilhamos a nossa plataforma para Lojistas Parceiros afim de entregar para você a melhor solução de Moda Casa!

Aproveite para conhecer outros produtos desse parceiro, basta clicar no nome da sua loja, que fica na página de produto em cima do preço, e pronto!

Será direcionado a uma página com todos os produtos vendidos e entregue por ele.

R$ 67,20

1x de R$ 67,20 s/ juros no cartão de Crédito

1x de R$ 67,20 s/ juros no cartão Renner e Meu Cartão

Cor:

Tamanho:

  • único
Quantidade
Digite o CEP
Prazo de entrega
  • Detalhes do produto
  • Destaque do produto
  • Troca e devolução

Descrição

Escultura O Fotógrafo em cerâmica do Mestre Luiz Antônio

Escultura O Fotógrafo em cerâmica é uma peça única feita manualmente pelo Mestre Luiz Antônio do Alto do Moura. Moldada a partir do barro, queimada em forno e finalizada com pintura, a peça retrata um fotógrafo, com sua câmera e bolsa marrom a tiracolo, vestindo camisa azul longa e calça vermelha em cores vibrantes e contrastantes. A escultura é a arte de transformar a matéria bruta em significado. Como grande observador, mestre Luiz Antônio definiu estilo próprio ao transpor para a cerâmica a temática das profissões em criações inspiradas em situações presenciadas por ele. O fotógrafo e o cinegrafista foi uma ideia nascida na época das gravações do curta-metragem Adão (1982), com direção de Fernando Spencer e produção de Vital Santos, que retratou a vida dos ceramistas do Alto do Moura, entre eles, Luiz Antônio.

O uso das peças de cerâmica é uma prática interessante na decoração, devido à sua resistência, maleabilidade, durabilidade adquiridos após a queima, e versatilidade desses objetos, que permitem muitas ambientações, garantindo uma decoração perfeita do estilo clássico ao mais despojado. Ao mesmo tempo, são capazes de trazer além de requinte ao ambiente uma interação nos mais diversos estilos de decoração. A dica é conceber um conceito previamente para o ambiente e encaixar as peças de forma harmônica. Outra dica é usar e abusar das alturas das peças para compor a volumetria e movimento na composição! Ou aliá-los a outros elementos na decoração, que é uma forma simples de decorar com muito estilo, combinando cores, texturas, alturas, funcionalidades e histórias diferentes em cada peça.

Origem: Brasil.                                                                                                        

Material: Barro e tinta.

Observações:  Produtos feitos artesanalmente podem apresentar alterações de dimensões e variações de cores, o que não caracteriza falhas na peça.

Artista: Mestre Luiz Antônio da Silva tinha apenas 13 anos de idade quando o já reconhecido Mestre Vitalino chegou para morar no Alto do Moura, levando para lá a força da arte figurativa. Ter sido contemporâneo de Vitalino, além de orgulho pelos anos de convivência, foi fundamental para a definição de sua linha criativa e amadurecimento técnico. Começou a fazer peças de cerâmica aos dez anos, mas aos 18 anos seguiu para São Paulo, onde por cinco anos trabalhou em um restaurante. Retornou ao Alto do Moura em 1958 e a partir daí sua história com o massapê se tornou definitiva. Luiz Antônio começou a representar no barro figuras do seu cotidiano, como o homem do campo, o matuto e animais da região, sob forte inspiração da arte de Vitalino que revolucionou os processos no Alto do Moura. Apesar do trabalho admirado por colecionadores e galerias, o artesão viajou pouco, só deixando o Alto do Moura para participar de eventos na Bahia e no Japão. Casado há 55 anos com a artesã Odete do Nascimento, pai dez filhos - quase todos dando continuidade à tradição -, 23 netos e três bisnetos, preocupa-se em reunir, ainda em vida, a história que moldou em barro.

Medidas:A-17cm L-10cm P-9cm            Peso: 345 gramas

 

Informações técnicas

Marca MESTRE LUIZ ANTONIO

Dimensões do produto

Altura: 30 CM
Largura: 30 CM
Profundidade: 25 CM
Peso: 0 kg

Troca e devoluções

Caso não fique satisfeito com o produto, você tem 7 corridos após o recebimento para troca.

Clique aqui para mais informações
Detalhes do produto

Descrição

Escultura O Fotógrafo em cerâmica do Mestre Luiz Antônio

Escultura O Fotógrafo em cerâmica é uma peça única feita manualmente pelo Mestre Luiz Antônio do Alto do Moura. Moldada a partir do barro, queimada em forno e finalizada com pintura, a peça retrata um fotógrafo, com sua câmera e bolsa marrom a tiracolo, vestindo camisa azul longa e calça vermelha em cores vibrantes e contrastantes. A escultura é a arte de transformar a matéria bruta em significado. Como grande observador, mestre Luiz Antônio definiu estilo próprio ao transpor para a cerâmica a temática das profissões em criações inspiradas em situações presenciadas por ele. O fotógrafo e o cinegrafista foi uma ideia nascida na época das gravações do curta-metragem Adão (1982), com direção de Fernando Spencer e produção de Vital Santos, que retratou a vida dos ceramistas do Alto do Moura, entre eles, Luiz Antônio.

O uso das peças de cerâmica é uma prática interessante na decoração, devido à sua resistência, maleabilidade, durabilidade adquiridos após a queima, e versatilidade desses objetos, que permitem muitas ambientações, garantindo uma decoração perfeita do estilo clássico ao mais despojado. Ao mesmo tempo, são capazes de trazer além de requinte ao ambiente uma interação nos mais diversos estilos de decoração. A dica é conceber um conceito previamente para o ambiente e encaixar as peças de forma harmônica. Outra dica é usar e abusar das alturas das peças para compor a volumetria e movimento na composição! Ou aliá-los a outros elementos na decoração, que é uma forma simples de decorar com muito estilo, combinando cores, texturas, alturas, funcionalidades e histórias diferentes em cada peça.

Origem: Brasil.                                                                                                        

Material: Barro e tinta.

Observações:  Produtos feitos artesanalmente podem apresentar alterações de dimensões e variações de cores, o que não caracteriza falhas na peça.

Artista: Mestre Luiz Antônio da Silva tinha apenas 13 anos de idade quando o já reconhecido Mestre Vitalino chegou para morar no Alto do Moura, levando para lá a força da arte figurativa. Ter sido contemporâneo de Vitalino, além de orgulho pelos anos de convivência, foi fundamental para a definição de sua linha criativa e amadurecimento técnico. Começou a fazer peças de cerâmica aos dez anos, mas aos 18 anos seguiu para São Paulo, onde por cinco anos trabalhou em um restaurante. Retornou ao Alto do Moura em 1958 e a partir daí sua história com o massapê se tornou definitiva. Luiz Antônio começou a representar no barro figuras do seu cotidiano, como o homem do campo, o matuto e animais da região, sob forte inspiração da arte de Vitalino que revolucionou os processos no Alto do Moura. Apesar do trabalho admirado por colecionadores e galerias, o artesão viajou pouco, só deixando o Alto do Moura para participar de eventos na Bahia e no Japão. Casado há 55 anos com a artesã Odete do Nascimento, pai dez filhos - quase todos dando continuidade à tradição -, 23 netos e três bisnetos, preocupa-se em reunir, ainda em vida, a história que moldou em barro.

Medidas:A-17cm L-10cm P-9cm            Peso: 345 gramas

 

Informações técnicas

Marca MESTRE LUIZ ANTONIO

Dimensões do produto

Altura: 30 CM
Largura: 30 CM
Profundidade: 25 CM
Peso: 0 kg
Troca e devolução

Troca e devoluções

Caso não fique satisfeito com o produto, você tem 7 corridos após o recebimento para troca.

Clique aqui para mais informações