Clientes que viram {{prodName}} também viram


Conjunto Clássico Margaridas Aconchego de saladeiras redondas em cerâmica da Associação dos Lavradores e Artesãos de Campo Alegre

Conjunto Clássico Margaridas Aconchego de...

  • único

R$ 127,70

REF.: 752742569

Conjunto Clássico Margaridas Aconchego de saladeiras redondas em cerâmica da Associação dos Lavradores e Artesãos de Campo Alegre

REF.: 752742569

Vendido e Entregue por: ARMAZEM CORES DO BRASIL

O que é uma loja parceira?

A Camicado busca de maneira incessante trazer a melhor experiência para nossos cliente, por isso compartilhamos a nossa plataforma para Lojistas Parceiros afim de entregar para você a melhor solução de Moda Casa!

Aproveite para conhecer outros produtos desse parceiro, basta clicar no nome da sua loja, que fica na página de produto em cima do preço, e pronto!

Será direcionado a uma página com todos os produtos vendidos e entregue por ele.

R$ 127,70

2x de R$ 63,85 s/ juros no cartão de Crédito

x de R$ 0,00 s/ juros no cartão Renner e Meu Cartão

Cor:

Tamanho:

  • único
Quantidade
Digite o CEP
Prazo de entrega
  • Detalhes do produto
  • Destaque do produto
  • Troca e devolução

Descrição

 

Conjunto Clássico Margaridas Aconchego de saladeiras redondas em cerâmica da Associação dos Lavradores e Artesãos de Campo Alegre

Conjunto Clássico Margaridas Aconchego de saladeiras ovais em cerâmica, da Coleção Origens, é uma peça única feita de forma artesanal por ceramista da Associação dos Lavradores e Artesãos de Campo Alegre no Alto do Jequitinhonha, em Minas Gerais. O conjunto é formado por uma saladeira grande e quatro pequenas, em formato circular, confeccionadas artesanalmente em barro com acabamento em pintura à mão em branco e desenhos de uma grande flor bege no centro complementada por folhas e rendados em marrom e bege. O barro é socado no pilão, peneirado e depois amassado para que possa ser moldado, e pintada com o próprio barro misturado com folhas e raízes, por meio da técnica do oleio, barro diluído em água com pigmentos naturais. Para a pintura de flores, as mulheres utilizam penas variadas. Depois de pintadas, as peças são queimadas em forno a lenha, geralmente nas noites de lua cheia. Leve um pouco de história e Arte Popular Brasileira para a sua casa!

Independente do estilo da decoração, a saladeira é acessório indispensável na hora de preparar a mesa. Versátil e funcional, o utensílio pode servir folhas, frutas ou petiscos, garantindo ainda mais praticidade na recepção. A neutralidade de algumas peças facilita a combinação com louças em porcelana ou cerâmica levando charme e elegância na mesa posta. Vale lembrar que você também pode apostar no acessório para colocar frutas em apoiadores na hora da recepção, garantindo ainda mais estilo e sofisticação no décor. Já para quem quer trazer rusticidade à decoração, saladeiras despojadas e marcantes são utensílios que fazem toda diferença ao servir e até mesmo para decorar. Ótimas para composições de mesa posta, principalmente para aqueles que procuram uma proposta atual sem perder detalhes mais rústicos, trazem aconchego e vida para mesa posta.

Origem: Comunidade de Campo Alegre, Alto do Jequitinhonha em Turmalina, Minas Gerais (MG)

Material: Barro.

Observações: Produtos manuais podem apresentar alterações de dimensões e variações de cores, o que não caracteriza falhas na peça. Para maior durabilidade e manutenção da peça, recomenda-se limpeza com água corrente, sabão neutro e secagem com pano seco e macio.

Artista: As mulheres de Campo Alegre têm por ofício a cerâmica. Seu trabalho começa quando as mãos mergulham no barro. Assim nascem moringas, filtros, mulheres noivas, grávidas, amamentando, colhendo, trabalhando, mulheres de mãos dadas, em círculo. Na região conta-se que as antepassadas das ceramistas aprenderam a moldar o barro com as índias que viviam na região, fazendo cumbucas para uso doméstico e urnas funerárias. Hoje, as ceramistas fazem alguns objetos utilitários como vasos, potes e vasilhas de cunho mais tradicional, mas são apaixonadas mesmo é pelas bonecas, além das peças de animais e moringas antropoformas, herança da estética de origem africana. A comunidade fica no Alto Jequitinhonha, próxima ao rio Fanado. As cooperativas de artesãs do Vale do Jequitinhonha (MG) realizam trabalhos autorais e artesanais, todos pintados à mão, com técnicas tradicionais dominadas pelas artesãs. Em Campo Alegre vivem cerca de 200 pessoas e para a maior parte das famílias o artesanato constitui hoje principal fonte de renda.

Medidas:  Saladeira - A-5cm  D-26cm         Peso: 1.050 gramas

                 Tijela -       A-3cm D- 11cm          Peso - 175 gramas

Informações técnicas

Marca Associação dos Lavradores e Artesões de Campo Alegre

Dimensões do produto

Altura: 30 CM
Largura: 40 CM
Profundidade: 40 CM
Peso: 0 kg

Troca e devoluções

Caso não fique satisfeito com o produto, você tem 7 corridos após o recebimento para troca.

Clique aqui para mais informações
Detalhes do produto

Descrição

 

Conjunto Clássico Margaridas Aconchego de saladeiras redondas em cerâmica da Associação dos Lavradores e Artesãos de Campo Alegre

Conjunto Clássico Margaridas Aconchego de saladeiras ovais em cerâmica, da Coleção Origens, é uma peça única feita de forma artesanal por ceramista da Associação dos Lavradores e Artesãos de Campo Alegre no Alto do Jequitinhonha, em Minas Gerais. O conjunto é formado por uma saladeira grande e quatro pequenas, em formato circular, confeccionadas artesanalmente em barro com acabamento em pintura à mão em branco e desenhos de uma grande flor bege no centro complementada por folhas e rendados em marrom e bege. O barro é socado no pilão, peneirado e depois amassado para que possa ser moldado, e pintada com o próprio barro misturado com folhas e raízes, por meio da técnica do oleio, barro diluído em água com pigmentos naturais. Para a pintura de flores, as mulheres utilizam penas variadas. Depois de pintadas, as peças são queimadas em forno a lenha, geralmente nas noites de lua cheia. Leve um pouco de história e Arte Popular Brasileira para a sua casa!

Independente do estilo da decoração, a saladeira é acessório indispensável na hora de preparar a mesa. Versátil e funcional, o utensílio pode servir folhas, frutas ou petiscos, garantindo ainda mais praticidade na recepção. A neutralidade de algumas peças facilita a combinação com louças em porcelana ou cerâmica levando charme e elegância na mesa posta. Vale lembrar que você também pode apostar no acessório para colocar frutas em apoiadores na hora da recepção, garantindo ainda mais estilo e sofisticação no décor. Já para quem quer trazer rusticidade à decoração, saladeiras despojadas e marcantes são utensílios que fazem toda diferença ao servir e até mesmo para decorar. Ótimas para composições de mesa posta, principalmente para aqueles que procuram uma proposta atual sem perder detalhes mais rústicos, trazem aconchego e vida para mesa posta.

Origem: Comunidade de Campo Alegre, Alto do Jequitinhonha em Turmalina, Minas Gerais (MG)

Material: Barro.

Observações: Produtos manuais podem apresentar alterações de dimensões e variações de cores, o que não caracteriza falhas na peça. Para maior durabilidade e manutenção da peça, recomenda-se limpeza com água corrente, sabão neutro e secagem com pano seco e macio.

Artista: As mulheres de Campo Alegre têm por ofício a cerâmica. Seu trabalho começa quando as mãos mergulham no barro. Assim nascem moringas, filtros, mulheres noivas, grávidas, amamentando, colhendo, trabalhando, mulheres de mãos dadas, em círculo. Na região conta-se que as antepassadas das ceramistas aprenderam a moldar o barro com as índias que viviam na região, fazendo cumbucas para uso doméstico e urnas funerárias. Hoje, as ceramistas fazem alguns objetos utilitários como vasos, potes e vasilhas de cunho mais tradicional, mas são apaixonadas mesmo é pelas bonecas, além das peças de animais e moringas antropoformas, herança da estética de origem africana. A comunidade fica no Alto Jequitinhonha, próxima ao rio Fanado. As cooperativas de artesãs do Vale do Jequitinhonha (MG) realizam trabalhos autorais e artesanais, todos pintados à mão, com técnicas tradicionais dominadas pelas artesãs. Em Campo Alegre vivem cerca de 200 pessoas e para a maior parte das famílias o artesanato constitui hoje principal fonte de renda.

Medidas:  Saladeira - A-5cm  D-26cm         Peso: 1.050 gramas

                 Tijela -       A-3cm D- 11cm          Peso - 175 gramas

Informações técnicas

Marca Associação dos Lavradores e Artesões de Campo Alegre

Dimensões do produto

Altura: 30 CM
Largura: 40 CM
Profundidade: 40 CM
Peso: 0 kg
Troca e devolução

Troca e devoluções

Caso não fique satisfeito com o produto, você tem 7 corridos após o recebimento para troca.

Clique aqui para mais informações